saiba como realizar suas metas

Oie,

Você já cumpriu algumas metas que fez para 2019? Já estamos em maio e as expectativas positivas estão no ar. Planos, desejos e objetivos rodeiam nossas cabeças, mas o mais comum a ser perseguido é a boa saúde – física e mental – para correr atrás de outras metas.

É normal que em algum momento da vida as pessoas precisem de algum tipo de tratamento com medicamentos, mas isso pode ser adiado, caso a pessoa mantenha a boa saúde, mantendo também bons hábitos.

saiba como realizar as suas metas

Confira algumas dicas para ser mais saudável e com mais felicidade:

1 – Faça uma lista das metas

Não basta simplesmente escrever “começar a academia” e “fazer dieta”. É importante selecionar algumas metas específicas que proporcionem bem-estar pessoal e profissional e escrevê-las de forma mais detalhada.

Dessa forma, faça uma lista das suas prioridades e estabeleça prazos. Podem ser metas a curto, médio e longo prazo. Assim, você consegue planejar o passo a passo que precisa para cumprir cada objetivo.

2 – Faça um check-up e controle o estresse

Faça seus exames anuais o quanto antes. Assim, você já começa com a saúde em dia e vê se precisa adaptar algo da alimentação, medicação ou estilo de vida. Além disso, não se esqueça de separar mais tempo para descansar e esfriar a cabeça da rotina corrida. Relaxar é preciso e faz bem para o seu corpo todo.

Para isso, comece com pequenas mudanças diárias. Você pode começar praticando meditação cinco minutos por dia ou desconectando do celular. Uma ideia é limitar o uso do smartphone , por exemplo, dez minutos no período da manhã. Outras dicas é colocar plantas e flores em casa, pois elas ajudam a melhorar a sensação de bem-estar.

3 – Comece um exercício novo

A falta de motivação e de disciplina podem atrapalhar a prática de atividade física de forma regular. Portanto, é importante buscar um exercício que te dê prazer e que se transforme em um hábito. Uma caminhada diária é um bom começo.

Estabeleça objetivos possíveis e não foque apenas em emagrecer. Em pouco tempo, o pique e a disposição aumentam e o bem-estar de manter o corpo ativo fica cada vez mais aparente.

Hoje, existem vários exercícios curtos de aproximadamente 30 minutos que você consegue incluir no seu dia facilmente. Além disso, a prática de exercícios pode ser feita dentro de casa, sem gastos, por meio de vídeos do Youtube ou aplicativos fitness. Existem vários que ensinam treinos e danças. Mas, lembre-se de fazer uma avaliação física previamente para verificar se seu corpo tem alguma limitação ou necessidade específica.

4 – Mude sua alimentação

Anote o que você comeu durante 15 dias. Percebeu que está consumindo muito açúcar, gordura e alimentos industrializados? Chegou a hora de mudar. Manter uma alimentação saudável pode prevenir doenças e melhorar seu humor.

Portanto, tente melhorar seus hábitos alimentares. Mas não adianta tentar fazer dietas impossíveis de cumprir. No lugar, busque uma reeducação alimentar. Incluir mais vegetais e frutas já é um bom primeiro passo. Depois comece a cortar os doces e as frituras. É importante fazer uma avaliação com um nutricionista que poderá te orientar de forma personalizada.

Além disso, lembre-se de se hidratar bem durante todo o ano. Segundo o Ministério da Saúde, beber água ajuda a regular a temperatura corporal e o funcionamento dos órgãos, além de eliminar toxinas. A recomendação mínima é de 2 litros por dia.

5 – Encontre novos hobbies

A falta de tempo é a maior desculpa para não realizar nossos objetivos. Mas todos nós precisamos de momentos para descontrair, pois isso ajuda a diminuir o estresse, faz bem para ao físico, para a saúde mental e ainda nos deixa mais tranquilos para seguir com as rotinas de trabalho e estudo.

Portanto, escolha ao menos um hobby novo para se dedicar ao longo deste ano. Pode ser pintar, aprender um instrumento novo ou escrever um blog, por exemplo. Faz tempo que pensa em fazer um curso novo? Aproveite e faça! Aprender algo novo constantemente é muito bom para o cérebro.

6 – Organize as finanças e comece a poupar

Para ter um ano mais tranquilo, é essencial organizar suas finanças. Primeiro, faça uma faxina financeira. Reúna os extratos bancários, faturas dos cartões e as contas que têm que pagar todo mês. Elimine todas as despesas desnecessárias como a TV a cabo que você nem assiste mais ou aquele café que você compra todo dia.

Depois estabeleça um teto de gasto mensal e monte uma planilha de gastos. Após organizar as finanças, você pode começar a investir o dinheiro que poupar.

Essas são algumas sugestões para você conseguir ter um ano com corpo e mente mais saudáveis. Para conseguir cumprir as metas deixe-as escritas em um lugar visível, como a geladeira ou o criado-mudo. Além disso, defina um dia por mês para rever os objetivos.

Sucesso na conquista dos seus sonhos!

organize suas metas

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
saiba porque é importante fazer um detox

Oie,

Nem estamos na metade do ano e você está exausto, se sentindo meio pra baixo e com o rendimento afetado? Segundo a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, esses podem ser sinais de que seu corpo precisa de ajuda, ou seja, precisa de um restart para voltar ao seu funcionamento adequado.

Nosso corpo é uma máquina em funcionamento. Quando ela descarrega, começa a dar sinais de que está precisando de ajuda. Nós só precisamos estar atentos a esses sinais para evitar maiores problemas.

sinais de que seu corpo precisa de um detox

Confira os cinco sinais de que seu corpo está precisando de um detox urgente:

1 – Falta de sono

Devido aos altos níveis de ansiedade antes de dormir e a dificuldade de relaxar e produzir a melatonina (hormônio do sono), você começa a sentir seu corpo reclamando. As consequências? Dias improdutivos, falta de concentração, mau humor e frustração que podem agetar até mesmo suas relações sociais.

2 – Intestino preso

Esse também é um alerta! Intestino preso é bem complicado pra saúde. Afinal de contas, precisamos colocar “o lixo para fora” todos os dias. Não só pela sensação de bem-estar, como pela reabsorção de bactérias tóxicas das fezes paradas no intestno, que a longo prazo podem levar problemas mais graves como diverticulite ou até mesmo o câncer de colo de intestino.

3 – Vontade exagerada de doces e massas

Essa é uma forma do corpo nos dizer que o hormônio do estresse está elevado e desregulado. Além de atrapalhar a manutenção/perda de peso saudável, já que comemos mais do que deveríamos, ainda perdemos a autonomia de escolher o que queremos comer. Quando o hormoônio “grita” na nossa cabeça, ele está no controle e pode gerar até mesmo uma compulsão alimentar.

4 – Desequilíbrios hormonais

Isso acontece devido o acúmulo das toxinas e gorduras no nosso corpo, podendo levar a mudanças de humor e diminuição da libido. Muitas vezes, uma boa alimentação, que ajuda na limpeza dessas toxinas, pode melhorar não só a qualidade de vida do indivíduo, como todos os efeitos causados por essa irregularidade.

5 – Dificuldade de perda de peso

Sabemos que para emagrecer de forma saudável, precisamos de atividade física, equilíbrio emocional e reeducação alimentar. Porém, mesmo quando um paciente encontra esse caminho, muda sua rotina e ainda encontra dificuldades – seu organismo pode estar precisando desintoxicar. O motivo? Um platô metabólico, que nada mais é que seu organismo com dificuldade de fazer as reações químicas devido ao acúmulo de toxinas.

motivos para fazer um detox

O nosso fígado é um dos órgãos responsáveis pela desintoxicação, e realiza esse processo de limpeza naturalmente. Porém, o nosso metabolismo não está preparado para lidar com tantas toxinas como as que somos expostos hoje. São agrotóxicos, medicamentos, poluição, toxinas causadas pelo estresse, ansiedade, sem falar dos corantes e conservantes químcos presentes na maioria dos alimentos que consumimos diariamente. Por isso, ele precisa de ajuda.

Para potencializar esse processo de desintoxicação, protocolos alimentares completos, que devem ser desenvolvidos por um especialista de acordo com cada paciente. Muito mais do que o famoso suco verde, iniciar um detox é iniciar um processo complexo que precisa do acompanhamento adequado de um nutricionista. Estou falando aqui de qualidade e sinergias de nutrientes especiais como, vitamina do complexo B, coenzima Q 10, aminoácidos e antioxidantes específicos que vão ajudar o organismo do paciente.

Se o seu corpo está enviando esses sinais de alerta, procure ajuda especializada. Mas você já pode retirar da sua rotina de se alimentar com produtos industrializados, principalmente aqueles que na lista de ingredientes tem nomes que você nem reconhece como comida. Inclua mais frutas e verduras, de preferência orgânicas, e use o azeite de oliva extra virgem como principal fonte de gordura do preparo dos alimentos. Essas mudanças já vão ajudar o seu organismo a se recuperar.

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
9 ALIMENTOS QUE SÃO AINDA MELHORES JUNTOS

Oie,

Que uma alimentação balanceada faz bem para o nosso organismo, todo mundo sabe, né? Mas você sabia que ao unir alguns alimentos, eles trazem ainda mais benefícios a nossa saúde? Segundo a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, existem alimentos que, quando consumidos juntos, acabam potencializando suas própriedades, e essa sinergia – combinação – faz muito bem para o nosso corpo.

Confira a seguir uma lista com 10 alimentos que são ainda melhores juntos do que separados, para que você possa inserir no seu dia a dia.

1 – Curcumina e Pimenta do Reino:

curcuma e pimenta do reino

A curcumina presente na cúrcuma (açafrão da terra) é um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos que existem. Mas infelizmente o nosso corpo não consegue absorver. E para isso precisa da piperina, encontrada na pimenta do reino, para potencializar sua absorção em mais de 1000x. Além disso, a melhor proporção para esse efeito é 3:1 (a cada 3 medidas de cúrcuma, uma de pimenta do reino).

Consumo recomendado: 1 colher de chá por dia de cúrcuma para efeitos medicinais dessa raiz.

2 – Banana e Nozes:

banana-com-nozes

A banana é queridinha das frutas: prática, simples, docinha e com preço acessível. Ela é muito importante para a saúde do coração e da musculatura, é muito importante para o pré treino, por dar energia, além do fósforo que auxilia no condicionamento cardiorrespiratório. Porém, sozinha a banana tem pontuação inflamatória no nosso corpo. Não significa que ela cause mal, como falamos ela tem muitos benefícios. A orientação é não comer ela sozinha. A melhor opção nesse caso é consumí-la com nozes, devido ao seu poder anti-inflamatório e a concentração de ômega 3. Assim, melhora a perfomance dos praticantes de atividades e a proteção do coração da população em geral.

Consumo recomendado: 1 banana + 3 nozes:

3 – Beterraba e Laranja:

beterraba e laranja

Você já deve ter ouvido que beterraba tem grandes quantidades de ferro, e é verdade. Se você tem anemia ou é vegano, saiba que o ferro da beterraba é chamado de “ferro não heme”, ou seja, um ferro não ativado. Por isso, quando adicionamos vitamina C, vinda da laranja ou do limão (se fizer suco use a laranja, se fizer salada opte pelo limão), ativamos o ferro que, aí sim, é absorvido pelo nosso organismo.

Consumo recomendado: Para cada 50g de beterraba, 10g de suco de laranja ou limão.

4 – Cacau e Frutas Vermelhas:

cacau e frutas vermelhas

Esses são dois alimentos que sozinhos já trariam muitos benefícios. Mas você sabia que quando unimos os antioxidantes do cacau com o ácido das frutas vermelhas (morango, amora, mirtilo, framboesa), temos uma proteção potente para o tratamento do câncer de mama? Por regular o estrogênio, essa combinação é ótima para mulheres com TPM intensificada.

Consumo recomendado: 100g de morango + 20g de chocolate 70% cacau.

5 – Damascos ou Tâmara e Coco:

tamaras, damasco e coco

Tanto o damasco quanto as tâmaras possuem um nível elevado de potássio e vitamina A. Quando unimos potássio + vitamina A + o TCM – que é a gordura do coco, ativamos as sinapses dos neurônios, melhorando a memória, o foco e a concentração.

Consumo recomendado: 2 damascos secos/tâmaras + 20g de coco seco.

6 – Shitake, Shimeji e Tomate Cereja:

shitake, shimeji e tomate

Os cogumelos têm as suas particularidades nutricionais, já que ele possui certos antioxidantes que não são encontrados em outros alimentos. O problema é que nem sempre conseguimos absorver essa quantidade de nutrientes. Para isso, unimos a eles a quercetina associada e licopeno do tomate cereja, que conseguem transportar nutrientes do shitake e Shimeji para o cérebro e para o coração. Para isso acontecer, eles precisam ser refogados por pelo menos 8 min.

Consumo recomendado: 1 xícara de chá (metade cogumelos e metade tomate cereja).

7 – Acerola e Melão:acerola e melão

Acerola é a fruta mais anti-inflamatória existente no Brasil. Sozinha, é poderosa aliada no tratamento de doenças como artrite, artrose, câncer (que não seja de estômago), depressão e até Alzheimer. Quando juntamos essa fruta ao melão, temos o efeito anti-inflamatório prolongado, graças a glutationa.

Consumo recomendado: Consumir as frutas de duas a três vezes na semana, para que elas tenham seu efeito durante a semana toda.

8 – Café e Óleo de Coco filtrado (TCM):

café com óleo de coco

O óleo de coco extravirgem possui, entre outras substâncias, uma gordura chamada TCM (triglicerideos de cadeia média), quando o filtramos (Lotus de coco), temos apenas o TCM isolado. Essa gordura é a única que não passa pelo fígado para ser metabolizado, passando direto para o sistema nervoso central. Por isso, quando unimos o TCM com a cafeína do café, ele carrega direto para o cérebro, dando energia rápida para quem consome a mistura. Essa não é uma mistura termogênica como muitos acreditam, é uma mistura para aumentar o rendimento nos treinos ou dar um “up” em quem está cansado.

Consumo recomendado: Para cada xícara (80ml) uma colher de café (5ml). Não recomendado para quem sofre de ansiedade.

9 – Linhaça e Semente de Abóbora:

linhaça com semente de abóbora

As sementes são uma estratégia usada pelos nutricionistas para regular o ciclo da mulher. A linhaça já é uma “superfood“, mas quando consumimos junto com a semente de abóbora, ela cria um equilíbrio entre progesterona e estrogênio para melhorar o humor e disposição no início do ciclo de menstruação.

Consumo recomendado: 1 colher de sopa de cada, do primeiro ao 15 dia, a partir do início da menstruação.

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
conheça os benefícios da dança

Oie,

Dançou muito durante o carnaval? Essa paixão nacional que, além das ruas também é sucesso nas academias de todo Brasil, proporciona inúmeros benefícios para o corpo e mente. E o melhor, pode ser praticada por pessoas de todos os perfis e todas as idades.

Nas aulas de Zumba, por exemplo, as pessoas encontram interação com outras pessoas e se motivam a praticar regularmente a atividade física.

mitos e verdades sobre dança

A personal trainer e especialista educacional da modalidade, Karla Mead, compartilhou 6 mitos e verdades sobre a atividade:

1 – A dança pode ser considerada uma atividade física: Verdade! Toda atividade estruturada, sistematizada e repetitiva que tem como objetivo a melhora da flexibilidade e da força, pode ser considerada uma atividade física. A dança também auxilia no aumento da flexibilidade, coordenação motora e condicionamento aeróbico, mesmo quando a intenção da aula é simplesmente diversão.

2 – Dançar emagrece: Verdade! E como emagrece! Tudo depende da intensidade que cada pessoa coloca nos movimentos da coreografia. Em uma aula de Zumba, por exemplo, tem pessoas que gastam até 1.000 calorias.

3 – Dançar não tonifica os músculos: Mito! Dançar tonifica a musculatura, sim. Os praticantes da atividade trabalham glúteos, posterior de coxa, panturrilha, abdômen, costas e quadríceps. É uma atividade com método intervalado intermitente muito completa que pode ser combinada com movimentos de contração muscular ou pilometria, o que auxiliaria na queima de gordura e tonificação muscular.

4 – A dança é só para jovens: Mito! A dança é uma atividade física inclusiva, pois pessoas de todos os sexos e idades podem praticar. É possível encontrar nas academias aulas específicas de dança para a terceira idade. É o papel do professor adaptar a aula às necessidades individuais dos alunos.

5 – Dançar é pra quem tem dom: Mito! Que algumas pessoas já nascem com habilidade à dança, é fato. Porém, a coordenação motora e o ritmo podem ser adquiridos com treino. A coreografia pode ser aprendida em tempos diferentes pelos alunos. Porém, um dos lados positivos das aulas coletivas é que um motiva o outro e assim fica difícil não se sentir motivado para se desafiar em uma próxima aula.

6 – Só pessoas magras podem dançar: Mito! Todo mundo pode dançar, independente do biotipo. As dificuldades que qualquer pessoa pode encontrar, serão sanadas com persistência. O papel da dança, acima de tudo, é fazer com que as pessoas se sintam mais felizes.

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post