tudo o que você precisa saber para viajar de carro

Oie,

Você sabe quais os cuidados que deve ter ao viajar de carro? As preocupações começam antes mesmo de sair de casa, no planejamento. Todos os cuidados são necessários para quem quer se divertir sem se preocupar com imprevistos, garantindo o bem-estar de todos.

saiba o que você precisa saber para viajar de carro

Pensando nisso, reuni 6 dicas para uma viagem tranquila:

1 – Viagem de carro: É importantíssimo saber qual é o estado do automóvel antes de pegar a estrada. A manutenção preventiva evita colocar a vida de todos em risco e não se resume à checagem de óleo e pneus em cima da hora

2 – Kit de primeiros socorros e remédios: O kit pode variar de acordo com as condições e o clima. O ideal é levar a quantidade de medicamentos para cobrir um pouco além do tempo de viagem, porque imprevistos sempre podem acontecer.

3 – Pedágios e gastos com combustível: É muito importante saber o quanto você irá gastar com pedágios, lembrando que nem todas aceitam cartão e só recebem o pagamento em espécie. Se não tiver dinheiro suficiente, algumas concessionárias emitem boleto para pagamento no banco ou aplicam multa.

4 – Verifique as leis de trânsito de cada país: Se sua viagem começa no Brasil e vai até países vizinhos, é bom checar as leis de trânsito e o que pode e o que não pode ser feito quando o assunto é direção. As regras podem ser até semelhantes, mas não querem dizer que são iguais – e ninguém quer ser parado por um policial em outro país, né?

5 – Número de emergência em mãos: Além dos números básicos de emergência como polícia, bombeiro e ambulância, tenha em mãos os contatos do seguro do automóvel, que em caso de acidentes pode dar suporte até mesmo com o transporte de volta. Além disso, mantenha na carteira anotações sobre o seu tipo sanguíneo e se é alérgico a algum remédio. Esses dados podem te ajudar em caso de emergências.

dicas para viagens de carro

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
5 dicas de viagem

Oie,

Dicas valiosas para a sua viagem dos sonhos!

1 – NO AEROPORTO

no aeroporto

Poupe tempo: faça chek-in pelo app da cia. aérea e salve o bilhete no celular. Vale também espiar o site SeatGuru, que indica os melhores e piores assentos do avião, de acordo com a aeronave. Um investimento? A mala de mão com bolso do lado de fora (que facilita tirar o computador no raio x).

2 – A BAGAGEM

organizando a mala de vigem

Planeje com 2 dias de antecedência: liste seus compromissos, crie moodboard no Pinterest, faça endereços de destino no Insta para ver como as pessoas se vestem, planeje looks e leve uma troca de roupa na mala de mão (se o quarto não estiver liberado, você poderá se vestir e ir passear).

3 – O PLANEJAMENTO

dicas de viagem

Não deu tempo para grandes planos? Um truque é procurar lojas das marcas de luxo ou as descoladas (produtos de beleza, por exemplo), que se instalam em bairros interessantes para passear. Ah, e sempre faça reserva de restaurantes com antecedência no app Oppen Table.

4 – COMPRAS

compras de viagem

É sempre bom estabelecer um budget para tentar não “queimar” tudo na primeira loja que entrar. Pesquise no site do Duty Free (no Brasil) para comparar preços e, se quiser, já deixe sua compra reservada.

5 – NO DESTINO

tour nas cidades

Aprender a história e curiosidades do local, mesmo que a viagem seja curta. Empresas como Sandemans New Europe oferecem tours a pé em várias cidades do mundo e, ao final, você paga o quanto quiser.

Espero muito que vocês tenham gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
dicas para viajar com as crianças

Oie,

Ao planejar uma viagem, é imprescindível tomar alguns cuidados, principalmente quando o passeio também envolve as crianças. Questionamentos sobre o destino ideal, meio de transporte a ser utilizado e as melhores atividades para se fazer em família são pertinentes e ajudam a prevenir imprevistos.

viagem em família

Pensando nisso, separei algumas dicas importantes para você curtir as férias sem preocupações junto com seus pequenos e aproveitar ao máximo o passeio em família.

1) Elabore um planejamento
Antes de viajar, faça um cronograma completo das atividades e tente implementar um pouco da rotina diária das crianças nele. Mudanças de ares, alimentação e horários de refeições podem alterar o humor e comportamento delas. Também mostre fotos e vídeos do destino escolhido e converse sobre as características locais e atividades que irão participar.

2) Consulte um pediatra
O ideal é conversar com um médico que já as conheça para pedir recomendações. Lembre-se também de providenciar um kit com protetor solar, repelente de insetos, pomada para picadas, gel antisséptico, medicamentos para dor, entre outros. Leve em conta se o destino é tropical, se faz muito frio ou se está em altitude elevada. O médico também poderá indicar as vacinas solicitadas.

3) Contrate um seguro viagem
Item indispensável para qualquer tipo de viagem ou viajante, mesmo os mais novos, o seguro viagem garante tranquilidade para a família toda. Com ótima assistência médica e cobertura para possíveis despesas com saúde no exterior, além de assistências em caso de extravio de bagagem ou regresso antecipado.

4) Durante o voo ou trajeto de carro
As crianças não possuem noção exata de tempo e, quanto maior a distância, maior a impaciência e irritabilidade. Em viagens de avião, leve uma pequena bolsa com seus brinquedos favoritos ou livros para colorir. Aposte também em lanchinhos saudáveis para diminuir os efeitos das diferenças de pressão dentro da cabine durante decolagens e pousos. Se estiver de carro, faça paradas frequentes para que elas se movimentem e possam ir ao banheiro.

viagem com crianças

5) A mala perfeita
Faça um checklist de tudo que poderá precisar durante a viagem, como cobertores, casacos e roupas confortáveis para todos. No entanto, verifique tudo o que pode ser comprado no exterior e as marcas disponíveis, assim você poderá economizar espaço nas malas.

6) Alimentação no destino
Crianças são muito mais suscetíveis a problemas com a alimentação que adultos. Tente manter a dieta seguida em casa, a qual já estão acostumadas. Além disso, para todos os passeios, tenha sempre à mão lanchinhos e água para se hidratarem. Evite restaurantes do tipo fast food ou alimentos como frutos do mar. Procure também por lugares que aparentem seguir as normas mínimas de higiene e que tenham cardápios especiais para os pequenos.

7) Aposte em passeios adequados
O itinerário no destino deve ser elaborado pensando no bem-estar dos mais novos. Nada de abusar da resistência física deles! Claro que dá para visitar museus e monumentos históricos, apenas pense em maneiras de deixar o passeio divertido para as crianças, com jogos e brincadeiras sobre o tema. Alguns lugares contam com ótimos espaços infantis. 

8) Hospedagem
Hotel, pousada ou casas de temporada? É necessário verificar qual o tipo de acomodação é mais adequado para sua família. Dê preferência para os locais que possuem playgrounds, piscinas infantis e cozinhas básicas, para preparar papinhas ou esquentar mamadeiras.

9) Atenção redobrada
Para manter a tranquilidade e não entrar em desespero, preste sempre atenção nas crianças. Não deixe que andem sozinhas, principalmente em pontos turísticos lotados, o que irá dificultar ainda mais a sua localização caso se percam. É possível utilizar uma pulseira de identificação com o seu nome e telefone, caso algo venha a acontecer.

10) Relaxe e desfrute a viagem
Não há nada melhor que aproveitar o tempo livre com os filhos. Curta cada momento, tire fotos e, caso algo não saia como o planejado, relaxe e busque o melhor da situação. A viagem deve ser especial para eles e para você!

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
O que fazer quando a mala de viagem é extraviada

Oie,

Hoje eu vou compartilhar algumas dicas preventivas do que fazer em casos de extraio da mala de viagem ou violação.

Antes de embarcar

1 – Opte por uma declaração de valores

É possível solicitar uma declaração por escrito em que conste tudo o que a bagagem contém no momento do despacho, mediante o pagamento de uma taxa estipulada pela companhia aérea. O procedimento funciona como um seguro e, se a mala for extraviada, o valor declarado pelo passageiro será reembolsado. Mas atenção: objetos de valor, como joias e aparelhos eletrônicos, não podem ser incluídos na declaração. A dica é carregá-los na bagagem de mão.

2. Contrate um seguro
Na hora de contratar uma proteção para viagens, vale incluir o item “extravio de bagagem”, já que o processo de reclamação até a obtenção do ressarcimento pela companhia aérea pode se arrastar por um mês: o seguro oferece uma indenização para gastos durante o período assim que ativado.
3. Proteja a mala
É aconselhável retirar os códigos identificadores de viagens anteriores, colocar cadeados, lacres e plastificar a bagagem. Tire uma foto da mala para comprovar o estado em que ela foi entregue à companhia. Também é indicado, durante o check-in, esperar até ver a colocação das etiquetas e o encaminhamento na esteira.
4. Guarde tudo
Guarde sempre o comprovante de despacho para poder reclamar depois, caso dê algum problema. Tenha em mãos, também, o número para ativar o seguro viagem.
dicas do que fazer quando sua mala for extraviada
Depois do desembarque, se tiver algum problema
1. Reclame in loco
O passageiro tem até 15 dias depois do voo para fazer a reclamação, mas o mais indicado é notificar o incidente para a companhia responsável logo após o desembarque. Com o comprovante de despacho em mãos, procure o balcão da empresa aérea e preencha o Registro de Irregularidades de Bagagem, o PIR (Property Irregularity Report). Registre também uma queixa no escritório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) dentro do aeroporto. Em até um mês a bagagem será devolvida no endereço indicado para voos nacionais, e em até três semanas para viagens internacionais.
2. Acione o seguro
Contate a sua operadora do seguro viagem. A cobertura de extravio de bagagem fornece uma ajuda de custo logo que o incidente é relatado. O segurado recebe o valor e pode comprar itens de necessidade imediata, como roupas e produtos de higiene.
3. Em caso de danos…
Caso a bagagem chegue danificada, o procedimento é parecido. Relate imediatamente o ocorrido para a empresa aérea, dentro do próprio aeroporto. Se a solução oferecida, como o conserto ou a compra de uma mala nova, não for satisfatória, registre uma queixa na Anac para possíveis indenizações. “É importante exigir os seus direitos, insistir na situação e tirar uma foto, caso você não tenha tempo de reclamar na hora. Mesmo que seja apenas uma roda quebrada, a companhia aérea é responsável pelo ressarcimento do cliente”, orienta Guilherme Luz, diretor do SeguroViagem.org.
mala de viagem
Espero muito que você tenha gostado!
Super beijo,
Compartilhar este post