saiba como economizar nos restaurantes

Oie,

Comer fora é muito mais do que apenas uma necessidade de se alimentar. Na verdade, é uma questão cultural, afinal, lá é possível não só ter uma refeição apetitosa como também compartilhar ideias e experiências com amigos. Mas não para por aí. Nesse momento, você terá a chance de esvaziar um pouco a mente, distraindo-se dos problemas e tensões diárias.

economize nos restaurantes

E acredite: Isso é possível sem ter que desembolsar valores extraordinários. Pelo contrário, há estratégias simples e fáceis para gastar menos nos restaurantes.

1 – Dê preferência a estabelecimentos com cartão fidelidade: Com o intuito de cativar de vez o cliente, existem estabelecimentos que apostam no cartão fidelidade, possibilitando que a conta saia mais barata.

Suponhamos que você tem o hábito de almoçar sempre no mesmo restaurante. Nada mais justo, então, do que receber um cartão que acumule pontos por cada refeição. No final, você pode trocá-lo por algum benefício, seja um prato grátis, seja um desconto no valor total da conta. Vale destacar, nesse sentido, que cada restaurante adota uma prática distinta. O intuito é supreender o cliente, tornando a experiência mais satisfatória. Afinal, quem não gosta de receber mimos e descontos especiais, não é mesmo? Por isso, dê preferência para locais que utilizam essa estratégia.

2 – Siga os restaurantes nas redes sociais: Outra opção que vai ajudar a gastar menos nos restaurantes é segui-los nas redes sociais. Como as páginas são atualizadas com frequência, as novidades do local são postadas regularmente. Isso significa que sempre que surgir uma promoção ou até menos uma oferta imperdível no estabelecimento, você ficará sabendo. Desse modo, fica mais fácil encontrar promoções e preços mais atrativos. Basta se programar com certa antecedência.

3 – Pesquise antes de escolher o local: Existem plataformas exclusivas que reúnem uma série de informações sobre os estabelecimentos, desde a infraestrutura até o cardápio. Nesses aplicativos, o usuário tem a chance de verificar as avaliações concedidas por cliente, incluindo os valores de serviços e produtos.

4 – Procure por cupons de descontos: Os cupons de descontos conquistam cada vez mais o público. Afinal, nada melhor do que encontrar uma promoção exclusiva para almoçar ou jantar naquele local que você tanto gosta. Com ofertas únicas, os cupons apresentam promoções distintas, como redução de até 90% no preço original da refeição ou ofertas no formato de compre e ganhe outro.

consiga descontos nos restaurantes

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post
dicas para economizar na Black Friday

Oie,

A Black Friday, segunda data mais importante do varejo brasileiro está chegando!

aproveite a Black Friday 2018

No próximo dia 23 de novembro acontece mais uma edição da Black Friday, data que caiu no gosto dos consumidores brasileiros e vem crescendo a cada ano, por conta dos descontos que podem chegar a até 80%. A expectativa é de um aumento de 15% nas vendas em 2018, segundo dados do E-bit, sendo que as categorias mais procuradas devem ser: eletrônicos (39%), eletrodomésticos (33%), artigos de telefonia e celular (25%), informática (24%), moda (19%) e cosméticos (18%).

Black Friday

Para os compradores, é uma excelente oportunidade para adquirir os produtos que desejam com um preço mais em conta. Pensando em ajudar o consumidor a economizar ainda mais, o Reduza, plataforma que reduz preços em lojas da internet, compartilhou algumas dicas importantes com a gente:

1 – Defina o que você quer comprar

O primeiro passo é definir o que quer comprar, para não correr o risco de adquirir algo que não precisa. Navegar na internet em busca de promoções na Black Friday é como andar em um shopping cheio de tentações e isso pode acabar te levando a uma compra por impulso.

2 – Programe-se

Após definir o que irá comprar, o próximo passo é se programar. O tempo é o melhor amigo do consumidor na hora de comprar mais barato, pois permite acompanhar e monitorar baixas de preços e promoções, principalmente em datas especiais como a Black Friday.

3 – Compare e monitore os preços

Encontrou uma super promoção? Cuidado! Neste caso, use as ferramentas da internet a seu favor. Com o Buscapé, Zoom, Google Shopping ou Reduza, é possível comparar o preço de determinado produto e analisar o seu histórico de preço, identificando se o valor é realmente interessante.

4 – Compare e monitore o valor do frete

Os comparadores de preços entregam o menor valor, porém, eles não consideram o frete, que pode representar até 40% do valor total de seu pedido, além de variar em até 400% de uma loja para outra. Então, faça o teste do frete em diferentes lojas para encontrar o menor preço. Talvez o produto em uma loja mais em conta não compense o valor que pagará pelo envio.

Outra opção é comprar na internet e retirar na loja. Redes como Magazine Luiza, Casas Bahia, Extra e Centauro já trabalham com esse modelo de entrega e algumas ainda oferecem descontos extras na modalidade.

5 – Use fóruns, grupos e comunidades de promoções e descontos

As lojas realizam diversas promoções que, muitas vezes, não chegam aos comparadores de preços, ou porque o estoque é limitado ou porque as plataformas não acompanham em tempo real, as ofertas da Black Friday. E aí entra o poder das comunidades, fóruns, grupos de Facebook, WhatsApp, em que as pessoas apaixonadas por promoções divulgam as melhores ofertas 24 horas por dia.

6 – Acompanhe e-emails promocionais

Por ser um canal de comunicação direta com os clientes, as lojas enviam e-mails promocionais todos os dias, com ofertas e preços exclusivos. Portanto, uma dica é se cadastrar nas newsletters dos estabelecimentos nos quais costuma efetuar suas compras parar receber os descontos, pois ali estarão as melhores promoções. Inclusive, durante a Black Friday, muitos comerciantes costumam enviar alertas especiais para a data.

7 – Use cupons de desconto

Com os cupons de desconto é possível economizar até 30% no valor da compra. Hoje, existem muitos sites que disponibilizam esses vouchers, como Cuponmania, Saveme, Cuponeria. O Cupom e o Reduza fazem os testes de cupom de forma automática.

8 – Pague à vista ou com os cartões das lojas

Pagar à vista é sempre mais vantajoso, pois o custo de operação para uma compra parcelada é bem maior. Por isso, a maioria das lojas oferecem descontos de até 15% para quem for pagar à vista (por boleto ou em 1x no cartão de crédito e/ou débito).

Outra maneira de conseguir preços mais atraentes é por meio dos cartões das lojas. Redes como Americanas, Submarino, Carrefour e Netshoes têm seus próprios cartões e preços exclusivos para quem compra com eles. A economia pode chegar a 20%.

9 – Cashback e programas de fidelidade

Existe outra possibilidade que é ganhar parte do valor que pagou de volta. Os programas de Cashback devolvem parte do dinheiro, com o intuito de reter e fidelizar o cliente, fazendo com que ele volte a comprar. As lojas Americanas, Submarino e Shoptime oferecem até 25% de volta, por meio do programa AME.

A compra também pode render pontos/milhas em programas de fidelidade. Para isso, ao finalizar a compra, o consumidor pode informar o CPF para receber esses créditos que futuramente podem ser trocados por produtos ou viagens.

10 – Pare e reflita

E a dica final: antes de pagar o boleto ou fechar a compra, faça uma avaliação e veja se realmente precisa do produto ou se está comprando apenas para não deixar a Black Friday passar em branco.

Black Friday 2018

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

Compartilhar este post