carreira DJ

Oie,

Pedro Sabíeis-Vos circula pelos eventos e casas noturnas mais badaladas e luxuosas de São Paulo. Tornou-se DJ profissional e empresário logo aos 21 anos, quando também fundou a Stage Produções, especializada em produção de eventos e locação de equipamentos. Com mais de dez anos no mercado noturno paulista. Sabíeis nos contou o que é primordial para quem almeja seguir essa carreira.

As melhores dicas para ser DJ

1 – Paciência

O primeiro ponto para conseguir entrar nesse mercado. As portas nem sempre estarão abertas e o começo da carreira é muito difícil, porque as pessoas vão atrás de DJs já reconhecidos e famosos. De oportunidade em oportunidade é possível ir mostrando o trabalho e agitando a pista, mas requer tempo. Por isso, a paciência para qe os resultados cheguem é primordial.

2 – Empatia

Pode ser algo preciso em todas as áreas, mas para quem depende unicamente do sentimento das pessoas, o DJ precisa entender que a empatia é essencial para o sucesso. Quando conseguimos entender o que cada pessoa busca através da música, o que ela espera sentir, fica muito mais fácil receber a empatia de volta, que é o combustível de um DJ.

3 – Ser antenado

É preciso sempre buscar novidades, dentro e fora do país, e sem se prender a estilos. Entender como as pessoas estão consumindo a música auxilia todo artista no momento de lançar um Single, e isso não é diferente para um DJ.

4 – Paixão pela música

Para ser DJ tem que amar música. E não a música do estilo A ou B. Um bom DJ tem referências musicais de diversos estilos, conhece a história de cada um e ama todo esse universo, sem exceção.

5 – Cursos e muito estudo

Não basta ser amante de música, ter paciência, empatia e estar totalmente antenado no mercado. Um DJ também precisa de muito estudo. Muita gente acha que para ser DJ basta ter um equipamento e uma pista cheia. Mixar é uma arte, e tem didática! Por isso, é preciso cursos e estudo, muito estudo para ingressar nesse mercado e ter chance nele. Até porque, é muito concorrido e dinâmico.

saiba como se tornar DJ

Boa sorte!!!

Espero que você tenha gostado!

Super beijo,

Respos
conquiste seu espaço no trabalho

Oie,

Seis pequenas atitudes que vão transformar a sua vida no trabalho. As dicas foram retiradas do livro “O poder das pequenas mudanças” (Editora Alaúde), de Margaret Heffernan, empresária e palestrante do TED.

Que tal novas atitudes que farão toda a diferença em sua vida profissional?

Hábitos simples e valores novos na rotina de trabalho podem gerar um impacto extremamente positivo nas organizações e aumentar a qualidade de vida dos funcionários, refletindo em suas vidas sociais e em suas famílias.

seja uma profissional de sucesso

Confira abaixo 6 dicas:

1 – Aprenda a ser um profissional monotarefa

Tentar fazer tudo transforma as pessoas multitarefa em editores ruins. Aqueles que tentam ser multitarefa constantemente acham difícil ignorar informações relevantes e demoram mais para se movimentar entre as tarefas. O modo como trabalhamos cria o seu próprio círculo de feedback: quanto mais atenção tentamos prestar a tudo, menos discernimento teremos. Quando focamos em algo, aprimoramos nossa concentração e nos lembramos do que fizemos. Sentido-nos menos exaustos. Então, a monotarefa – focar em uma só tarefa por vez – não é apenas mais eficiente, ela também nos torna mais capazes de usar o conhecimento que obtivemos.

2 – Hora demais, produtividade de menos

Consideramos que trabalhar à noite é heroísmo, jornadas longas são interpretadas como comprometimento. Porém, a produtividade não é linear. Podemos trabalhar bem durante 40 horas por semana, mas não mais do que isso. Depois de 40 horas, ficamos cansados e cometemos erros e precisamos de mais tempo para consertar a confusão que fizemos. Após um estudo realizado durante 40 anos com funcionários públicos, foi constatado que, a longo prazo, a jornada de trabalho estendida causa os seguintes efeitos: trabalhar por 11 horas ou mais por dia dobra o risco de depressão. Uma jornada de trabalho de 55 horas semanais causa perda-cognitiva já na meia idade, incluindo diminuição do vocabulário, raciocínio, processamento de informação, capacidade de solucionar problemas, criatividade e tempo de reação. Essa deficiêinca cognitiva leve era também um prognóstico de demência e morte precoce.

3 – Saia para caminhar

Estudos mostraram que a criatividade aumenta quando tiramos uma folga. Quando distanciamos o olhar do trabalho e fazemos algo simples, como uma caminhada, acessamos outras partes do cérebro que nos ajudam a encontrar os insights que necessitamos para chegar ao entendimento ou à solução de um problema. Seja ao ar livre ou na esteira, já foi comprovado que caminhar melhora a geração de ideias nova e úteis. Por isso, antes um brainstorming, quando você ficar emperrado em um problema, ou só porque precisa de uma pausa colocar as ideias no lugar, saia para uma caminhada. Fazer uma caminhada de meia hora pode ser mais produtivo do que ficar até tarde no trabalho.

4 – Perguntas melhores, decisões melhores

As perguntas são o corpo e a alma do conflito construtivo. Elas abrem caminho para o debate, que, quando bem feito, nos ajuda a ver o que tendemos ignorar, desafiando-nos a pensar melhor, pensar de outra forma. No caso de decisões críticas, é recomendável nomear um “advogado do diabo”, alguém cuja tarefa será questionar para obter a desconfirmação, defender posições opostas e trazer à tona os dados e argumentos que foram deixados de lado.

5 – Tire o melhor proveito dos erros

Ninguém está isento ao erro. Entretanto, a forma como encaramos pode ser feita de forma positiva e produtiva. Se bem-intencionados, os erros não são motivos de vergonha, mas de aprendizado. Uma ideia legal que vale a pena ser compartilhada aqui, é de empresa que implantou o “grande livro negro”, sempre que se cometia um erro, independente do nível hierárquico, a pessoa que o cometeu fazia uma anotação nele. Os novos funcionários liam o livro negro ao ingressarem na empresa. Assim, um simples livro compartilha o aprendizado com os erros, para que eles não sejam repetidos, e transmite uma mensagem poderosa: todos erram. Poder e status não conferem inefabilidade, os erros são a via crucis do progresso.

6 – Não leve trabalho para casa, nem para suas folgas e férias

Pode parecer estranho, mas para algumas pessoas, se desligar do trabalho exige um sacrifício sobre-humano. Mas como em qualquer forma de vício, há diferentes formas para você se “desintoxicar”. Por isso, desabilite os e-mails e até mesmo exclua seu e-mail profissional do celular durante as férias. Essas são atitudes recomendáveis para que o período de descanso seja realmente reparador.

dicas para ter mais sucesso profissional

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

dicas-para-ter-um-sorriso-bonito-e-saudável

Oie,

Confira os cuidados que se deve ter para dar risada sem medo.

O sorriso pode ser motivo de inibição para quem não cuida muito bem de seus dentes. Afinal, eles podem influenciar diretamente na autoestima da população.

saúde bucal

Apesar de uma parte tão pequena de nosso corpo, os dentes precisam ser muito bem cuidados e um sorriso bonito e saudável acaba sendo resultado de uma dedicação. Diante disso, o Dr. Edmilson Pelarigo, Diretor Clinico da OrthoDontic, maior rede de clínicas de ortodontia do Brasil, compartilhou com a gente seis dicas para garantir muitas risadas.

Higienização

Além de escovarmos os dentes após as principais refeições do dia, precisamos nos atentar a alguns cuidados para que a higienização seja realizada de forma correta. O primeiro é evitar aplicar força na escovação, que deve ser feita de forma suave e com escova de cerdas macias para não machucar as gengivas.

Além disso, não dá para esquecer da língua e da parte interna das bochechas, pois elas retém bactérias e devem ser igualmente higienizadas. Por último, mas não menos importante, vem a utilização do fio dental, que garante a limpeza de áreas que a escova dental não alcança. Quem usa aparelho dental deve contar com o auxilio de facilitadores, como o passador de fio e a escova ortodôntica.

Visitas ao consultório

Ainda que tudo esteja aparentemente bem, é recomendável que uma visita ao dentista seja feita, no mínimo, a cada seis meses, pois problemas pequenos podem crescer, tornando-se perigosos e caros para o paciente. Seis meses é também o tempo de intervalo recomendado para que se faça uma limpeza profissional com o dentista, evitando acúmulo de tártaro, gengivite e cáries.

Alimentação

A alimentação pode ser inimiga ou aliada da saúde bucal. Os alimentos chamados “detergentes” são capazes de ajudar a livrar os dentes de resíduos e gorduras, como a maça, a cenoura, o kiwis, a acelga e o pepino, entre outros. Por outro lado, os açúcares e carboidratos presentes, refrigerantes e chocolates, por exemplo, aumentam a acidez na boca, proporcionando um ambiente ideal para a proliferação de bactérias causadoras das cáries.

Mudança de hábitos

Alguns hábitos comuns podem ser extremamente nocivos para a saúde bucal, como roer unhas, abrir embalagens com os dentes, desgastando o esmalte ou mesmo provocando fissuras. O cigarro é também um dos maiores inimigos do sorriso perfeito, deixando os dentes amarelados, causando mal hálito e problemas nas gengivas. Já o bruxismo, que consiste no ranger constante de dentes, não é bem um hábito, mas deve ser observado e tratado junto ao dentista. À longo prazo, além de dores de cabeça e outros incômodos, pode provocar desgastes severos ou até quebrar os dentes.

Dentes tortos e desalinhados

Neste caso, o diagnóstico precoce pode fazer toda a diferença, pois, durante a infância e a adolescência, a estrutura óssea está em fase de desenvolvimento, permitindo que o tratamento de correção com o aparelho dental seja eficaz. Na vida adulta, pode ser que o caso seja resolvido apenas através de intervenção cirúrgica.

Cuidado com os tratamentos caseiros

Clareamentos feitos sem o acompanhamento do dentista, com auxilio de receitas caseiras ou produtos comprados em mercados e farmácias podem causar a corrosão do esmalte e manchar os dentes. Quem deseja melhorar a aparência do sorriso deve procurar um especialista de confiança, que realizará o procedimento mais indicado para cada caso.

dicas para ter um sorriso perfeito

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,

saiba como alcançar a felicidade

Oie,

Ser famoso, ter dinheiro e um bom casamento. Essas expressões, muitas vezes, são consideradas sinônimos de felicidade. No entanto, qual será o verdadeiro caminho para alcançá-la? Para Heloísa Capelas, especialista em inteligência emocional e diretora do Centro Hoffman, a felicidade independe de fatos e pessoas e sempre é possível aprender a ser mais feliz na vida cotidiana.

como ser feliz

De modo geral, a felicidade é descrita como uma sensação de bem-estar, grande alegria, contentamento, boa sorte, bom êxito, sucesso ou paz interior.

Confira 5 dicas que ajudam a encontrar o caminho da felicidade.

Ser feliz não depende de fatores externos

O que faz vocè feliz? Essa pergunta é muito difícil de ser respondida. Geralmente, as pessoas não conseguem encontrar as palavras que definem a felicidade. Possuir um bom emprego, abrir o próprio negócio ou ter o carro do ano são alguns desejos muito frequentes. Por mais diversas que todas essas respostas sejam, existe nelas algo em comum, todas têm uma condição. É a chamada condição “se”. Se eu tiver, se eu fizer, se isso ou aquilo acontecer”.

A questão do “se” está diretamente ligada a algo que vem de fora e isso não temos controle. Essa conduta torna as pessoas dependentes e reféns de situações externas. É importante um exercício de autoconhecimento e definir qual é o seu conceito de felicidade.

Seja feliz hoje

Sempre projetamos a nossa felicidade para o futuro. No entanto, é essencial trabalhar com pequenas recompensas no dia a dia. Pode ser que você não se torne o diretor de uma grande empresa, mas não é necessário ser feliz apenas quando você alcança um objetivo. Devemos nos ensinar a ter prazer na simplicidade, no aqui e agora. Uma mensagem, um jantar, um passeio ou jogar um videogame.

Seja positivo

Estar em um ônibus lotado não é uma sensação agradável e muitas vezes é visto como sinônimo de infelicidade. É preciso mudar um pouco a nossa percepção de algumas situações. Existe positividade e felicidade em qualquer momento, é uma prática que exige treino.

No caso do transporte público, as pessoas podem aproveitar o tempo para ler um bom livro ou assistir a uma série. Essas pequenas ações podem nos dar mais prazer no nosso dia a dia.

Para ser feliz, não é preciso parar de sofrer

Estamos imersos em um mundo que entristece, aborrece, suga e cansa as pessoas. É possível não se sentir alegre o tempo todo. O grande problema é que não vivemos a dor no momento em que ela surge. Fugimos dela e, paradoxalmente, vivemos uma dor rasa e vazia por toda a vida ou em grande parte dela. Para ela, é precisa tomar cuidado para não cair na armadilha da vitimização e passar a culpar todos a sua volta para se sentir melhor.

Tenha amor-próprio

É muito comum as pessoas esperarem o amor, reconhecimento e respeito dos outros. Assim, recorrem a presentes e cobrem os amigos de agrados. Mas, o amor-próprio é essencial para melhorar a qualidade de vida dos indivíduos. Quando cada um descobre essa capacidade e se apropria dela de modo integrado, promove um relacionamento muito melhor consigo mesmo. Porque assim se instala em você a vontade de fazer o melhor por si mesmo.

como ser feliz no dia a dia

Espero muito que você tenha gostado!

Super beijo,